Levedura, já experimentou?

Levedura, já experimentou?

Hoje, graças a uma sugestão da nossa Nélia, a estrela do artigo é a levedura, uma espécie de fungo responsável pela fermentação do açúcar dos cereais ou dos vegetais. Um farelo em tom amarelado que pode, facilmente, passar despercebido.

Nas nossas lojas ela desperta curiosidade e interesse, encontra-se perto da ilha das especiarias e costuma fazer sucesso nas mesas dos nossos queridos fregueses.

A levedura é uma excelente opção para quem segue uma dieta vegetariana ou vegana, porque possui um alto teor de proteína (e não só).

Existem cerca de 800 espécies diferentes de leveduras, mas apenas duas são apropriadas para o consumo humano – as leveduras de cerveja e nutricional.

Igualmente ricas em nutrientes, ambas as leveduras são do tipo Saccharomyces. O que as distingue é o processo de obtenção de cada uma delas, e a presença ou não do glúten.

A levedura de cerveja, por resultar da fermentação da cevada (que é um cereal), durante a produção da cerveja, contém glúten. Por outro lado, a levedura nutricional, que é obtida a partir da fermentação do melaço ou da beterraba, é isenta desta proteína (glúten).

Temos muito para contar sobre a levedura de cerveja disponível nas nossas lojas!

Imagem de divulgação

Não é preciso ser apreciador de cerveja para se render a esta levedura. Considerada um superalimento, guarda no seu farelo muitos nutrientes: proteínas (cerca de 50% do seu volume), aminoácidos, fibras, vitaminas do complexo B (responsáveis pela manutenção da saúde emocional e mental) e minerais como cromo, selénio, potássio, ferro, zinco e magnésio.

Principais benefícios

  • Ajuda a regular o açúcar no metabolismo;
  • Diminui o colesterol;
  • Contribui para a desintoxicação e resistência às infecções, inclusive as da pele;
  • Favorece o funcionamento do intestino;
  • Graças às vitaminas do complexo B, fortalece o sistema imunológico e protege os nervos;
  • Ajuda na queima da gordura;
  • Pode inibir a proliferação de bactérias alimentares como a Salmonella;
  • Regula o apetite.

Como usar?

Bastam uma ou duas colheres de sopa de levedura por dia, dissolvida em sopas, massas, iogurtes, batidos ou mesmo em água.

A nossa Eunice criou uma receita muito simples com levedura, que entrou para o seu caderno de receitas. É um ótimo substituto para as natas.

Para fazer as “Natas Vegan” você precisará:

  • Tofu (metade);
  • Uma chávena de bebida de amêndoa;
  • Uma colher de sopa de levedura

Depois é só misturar (carinhosamente) os ingredientes com uma varinha mágica e voilá! umas deliciosas “natas” para enriquecer as suas receitas.

Pequenos alertas!

Devemos evitar cozinhar a levedura (em altas temperaturas) para mantermos as suas propriedades.

É aconselhável que restrinja o consumo da levedura caso tenha o intestino mais sensível a fermentados, ou uma tendência a desenvolver candidíase.

Adoraríamos saber a sua opinião, experiência ou alguma receita irresistível que tenha entre os ingredientes a levedura.

Fontes: Menshealth; Minha Vida, Pão da Sophie e Estudo Prático.

Deixar comentário

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.