Regeneração – um manifesto para 2018

Regeneração – um manifesto para 2018
A preocupação com a sustentabilidade já não é suficiente. Num artigo no The Guardian (que podem ler aqui), Herbert Girardet, precursor do desenvolvimento de cidades regenerativas, alerta para a necessidade de adotarmos a REGENERAÇÃO do que nos rodeia como prioridade.
 O conceito não é novo, mas a sua urgência tem sido sublinhada pelas consequências das céleres transformações tecnológicas no nosso ecossistema (aquecimento global, recursos esgotados, excesso de resíduos , de plástico, contaminação do solo, da água e do ar, poluição, …).
E por isso este é o nosso compromisso para este ano. Enquanto loja com uma missão em e na comunidade, definimos 2018 como ano que dedicaremos à REGENERAÇÃO.
 
  • Que mudanças podemos fazer no nosso bairro, na nossa cidade, que transformem a sua economia linear numa economia circular e verde?
  • Como transformar as cidades em capitais verdes?
  •  Como reduzir o desperdício que geramos?
  •  Como transformar o lixo num recurso valioso?
  •  Como fazer compostagem?
  • Como aproveitar o lixo orgânico de uma comunidade e transformá-lo em adubo para os solos?
  • Como integrar todas as energias naturais nos edifícios e garantir uma arquitetura bioclimática e verde?
  • Como transformar terrenos abandonados em solos ricos, cultivados sob os princípios da agricultura biológica, que nos dão alimentos nutritivos?
  • Como garantir uma separação eficiente de resíduos e obter desses resíduos novos recursos, com uma vida longa?

Deixamos um vídeo que ajuda a perceber melhor o conceito de REGENERAÇÃO e de cidades regenerativas:

Estas são estas algumas das perguntas que estão na nossa cabeça, na nossa mesa. Queremos mostrar-vos o que já está a ser feito. Queremos que conheçam os bons exemplos. Queremos conversar com os especialistas nacionais e internacionais. Contamos com esta comunidade incrível que nos acompanha e acarinha para nos ajudar. Porque #estamosjuntos. E porque é possível. Comecemos pelas nossas casas, pelo nosso bairro. A comunidade, a nossa “tribo”, é a célula mais importante deste organismo. Vamos a isso! Vêm aí novidades e nós estamos ansiosos por vos ter do nosso lado.

#atevolucaocomecaaqui
Até já!
Créditos da imagem: Gabriel Jimenez

Deixar comentário

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.