Sabão Marseille – Tudo em um

Sabão Marseille – Tudo em um

O “cubo mágico”, como lhe chamamos carinhosamente, tem conquistado cada vez mais os corações dos nossos queridos fregueses. Quem o experimenta rende-se às suas (dezenas) de utilidades. Versátil, o sabão de Marselha (como também é conhecido) pode fazer verdadeiros milagres nas várias divisões das nossas casas – cozinha, casa de banho e até mesmo nos cuidados com a nossa pele.

Este pequeno quadrado emblemático acompanha a história, sobretudo a provençal, francesa. O sabão de Marselha é originário da cidade com o mesmo nome, em França, mas conquistou o mundo por ser um produto cem por cento natural, versátil e económico (pode durar até seis meses ou mais, dependendo do uso).  

Curiosidade

A fama do sabão de Marselha é tamanha que foi digno de ser homenageado num museu. Acreditam?

O museu “MuSaMa” dedicado ao sabonete de Marselha. Localizado no centro da cidade de Phocaean, guarda (em seus 400 m²) a história e o processo artesanal de fabricação do sabão. Passadas gerações, continua a fazer parte das famílias pelo mundo fora.

O seu caráter multifuncional permite a redução do uso de vários produtos de limpeza.  

Uso

Presente em muitas (doces) memórias, o sabão de Marselha convida-nos a reviver o passado, a memória das nossas avós a rasparem o sabão para o usarem de diversas maneiras:

  • Para lavar a louça;
  • Lavar à mão a roupa;
  • Limpar a casa;
  • Fazer sabonete líquido (adequado para peles sensíveis);
  • Sabão para animais;
  • Utilizar como desinfetante;
  • Fazer um bactericida.

Pequenos (grandes) truques

Imagem: Mint Beach

Faça o seu próprio sabonete líquido: Basta misturar, numa panela, 150 gramas de sabão ralado e quatro litros de água quente. Deixe repousar durante a noite. No dia seguinte bata o composto com o auxílio de uma batedeira e guarde num dispensador.

Para se ter um bom desinfetante: Basta diluir duas colheres do sabão em água quente, depois é só colocar o líquido num borrifador e iniciar o processo. É um ótimo produto para pulverizar nas plantas afetadas por pragas.

Para limpar todos os tipos de superfícies:  Podemos usar o sabão isolado ou misturado com água quente. Depois de diluído é só aplicar em bancadas, lavatórios e chão. Podemos ainda dar um efeito mais brilhante nas superfícies, se usarmos algumas gotas de vinagre branco.

Fique atento!

Como outros tantos produtos, o nosso “cubo mágico” também é alvo de imitações. Infelizmente ainda são poucas as empresas que o fabricam artesanalmente.

A dica que damos é atentar na quantidade dos ingredientes, o sabão não deve ultrapassar cinco itens, os principais são: água, sal, azeite e uma gordura vegetal, evitando ao máximo, sempre que possível, o óleo de palma. Infelizmente a monocultura desta espécie é responsável por grande parte do desmatamento das florestas tropicais.

Outra dica é optar pelo sabão de cor verde, esse é feito com cerca de 70% de azeite.

Imagem: Mint Beach

Agora que ficou a saber um pouco mais sobre o nosso “cubo mágico”, conte-nos se também é fã deste (incrível) sabão!

Fontes: Desafio Zero, Queen of Green, Mint Beach Moviment, Caminho Zero

Deixar comentário

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.