Desodorizantes

Desodorizante Biork

13,90 €
Descrição:
Desodorizante 100% natural, feito de pedra de alúmen de potássio (120g) revestido a cortiça portuguesa. Tem uma ação antibacteriana que neutraliza o odor sem se infiltrar na pele.

Usos ou Propriedades:
A pedra de alúmen pode ser usa como desodorizante, aftershave (tem um efeito calmante e cicatrizante na pele) e pode ser utilizada na sola do pé contra os maus odores.

Conselhos:
Conservar em local seco e fresco. Pode chegar aos 2 anos de vida com uso diário.

Observações:
As verdadeiras pedras não são opacas e costumam ter algumas irregularidades. É por isso importante verificar a autenticidade através da certificação

Material Produto:
Pedra de alúmen

Material Embalagem:
Cortiça e rótulo em papel reciclado. A embalagem pode ser reutilizada, reciclada. Em Lisboa, pode entregar na nossa loja as embalagens de cortiça vazias para que a marca as possa recolher e levar a uma fábrica de produtos de cortiça que as reutiliza. Relativamente ao resto do país, a sugestão mais ampla que temos é compostar a cortiça (tentar procurar quem o faça se não fizerem compostagem própria) ou colocá-la na lareira.

Origem:
Produzido em Muralto, Suíça, Pedra: Malásia, Cortiça: Portugal

Prémios e Certificações:
TrueNat; Cosmos Natural Cosmetics e FLUSTIX plastic-free label and sustainability certificate

Sobre:
- Hipoalergénico e sem cheiro.
- Não contém cloretos de alumínio nocivos, nem álcool, nem parabenos, nem quaisquer ingredientes sintéticos.
- Ação antibacteriana que neutraliza o odor sem se infiltrar na pele.
- Função desodorizante e efeito tonificante e reafirmante da pele. Produz efeito até 24h após aplicação.
- Não testado em animais.
- pedra Biork é 100% pura e certificada TrueNat.
- Totalmente reciclável e não produz desperdício ( #zerowaste - yeahhhh!)

Sobre a pedra de Alúmen
A pedra cristal é alumínio de potássio puro e vem da Malásia. Alúmen é um cristal natural formado a partir de sal de potássio e sulfato de alumínio e potássio. Portanto, o alúmen contém um composto natural de sulfato de alumínio que, no entanto, não é prejudicial, como os cloretos de alumínio. Os cloretos de alumínio, utilizados na maioria dos desodorizantes, trabalham contra a transpiração, penetram nos poros da pele e estreitam-nos, deformam-nos. Ora, se os poros da pele estão bloqueados, a pele não pode respirar, o que por sua vez pode causar irritação, manchas,... Em contraste, o alúmen de cristal permanece na superfície da pele e tem um efeito antibacteriano. Os minerais importantes estão no cristal de potássio, que só atuam contra a bactéria, contribuindo igualmente para o bem-estar da pele.

Sobre a escolha da cortiça nacional 
Portugal é sem dúvida o campeão na produção de cortiça desde há muito tempo. Cerca de metade da cortiça produzida mundialmente é portuguesa, especialmente da região do Alentejo. No entanto, a nova tendência da cortiça de plástico representa uma grande ameaça para a permanência do sobreiro enquanto árvore predominante e nativa do sul da Europa, uma vez que a perda de interesse económico na verdadeira cortiça pode implicar a desflorestação destas planícies. A cortiça pode ser retirada do sobreiro pela primeira vez quando o sobreiro atinge 25 anos. A casca volta a crescer passados 9 anos e depois pode ser retirada a cada 9 anos. O sobreiro pode alcançar entre 250 e 350 anos (em que 150 são anos produtivos). A cortiça reutilizada é uma excelente matéria-prima para produzir materiais isolantes ou coberturas de chão. Assim, faz todo o sentido recolher cortiça usada e dar-lhe uma nova utilização. Cerca de 1.2 biliões de rolhas de cortiça são recolhidas na Alemanha anualmente. Estas servem de matéria-prima para 32 mil metros cúbicos de granulado isolante. A WWF também protege florestas de cortiça com um programa especialmente desenvolvido para o efeito e recomenda a compra de vinhos com cortiça genuína europeia. A WWF recomenda o uso de cortiça, uma vez que o montado de sobro português é dos que mais contribui para absorção de dióxido de carbono do ar na Europa. 

 

Sugestões e Receitas:
Sugestão de utilização

Humedecer ligeiramente a pedra de água e passar pela pele, até que a pedra seque novamente (cerca de 30 segundos). Sendo a embalagem feita de cortiça, convém manueseá-la com cuidado e com delicadeza - quando fechar a tampa, procure recorrer a um movimento rotativo para evitar fricção desnecessária e a desintegração da cortiça.  

Após o seu fim de vida, pode reutlizar a embalagem de cortiça. A marca deixa várias sugestões aqui.

Ainda não existem comentários para este produto.

Autentique-se para escrever um comentário. Iniciar sessão