Consegues imaginar um futuro onde não haja resíduos e onde toda a vida possa prosperar? A associação sem fins lucrativos, Zero Waste Lab nasceu em 2017 justamente para criar um sistema que abra caminho para esse futuro. É essa a história que contaremos hoje na nossa rubrica ComUnidade e para isso, convidámos a Sara Pinto, uma das fundadoras para uma conversa.

 

Associação Zero Waste Lab (ZLW)

O nascimento da ZWL aconteceu num ambiente que, até hoje é respeitado e dinamizado pela associação - uma sala de aula. Foi durante a participação numa formação que um grupo de pessoas descobriu uma inquietude em comum - todos viam uma oportunidade para otimizar os esforços alimentados por diferentes movimentos ambientais. 

“O próprio percurso da vida juntou-nos durante uma formação, da qual foi nos colocada a seguinte questão - Como vocês podem nos ajudar a atingir as metas europeias de reduzir os resíduos urbanos em 10%?. A partir daí, juntámo-nos para tentar responder a essa questão”, relembra Sara.

Naturalmente o grupo organizou-se com o objetivo de mobilizar a sociedade para uma mudança de comportamento na geração e gestão de resíduos, envolvendo ativamente todos os agentes da sociedade.

“Nós escolhemos trabalhar com a temática de resíduos mas acabamos por interferir e impactar noutras áreas, como por exemplo nos comportamentos. É comum as pessoas conscientizarem-se sobre as consequências das suas escolhas. Enxergamos oportunidades em todas as interações humanas!”, afirma Sara.


zero waste lab projetosProjetos e iniciativas da Zero Waste Lab

 

Manifesto Zero Waste Lab em 3 passos

  Entender o sistema e projetar a intenção - A ZWL fomenta a criação de um sistema que abre caminho para um futuro onde não haja resíduos e onde toda a vida possa prosperar.  

Assumir o compromisso e a mudança - Com tantas boas práticas a florescer, pretende-se inspirar, ao longo do caminho, liderando pelo bom exemplo. 

Formar uma rede zero desperdício - A associação estimula e encoraja as pessoas a unirem-se para impulsionarem a mudança. 

 

A Zero Waste Lab não está apenas focada na gestão de resíduos, a associação preocupa-se e desenvolve ações que permitam a conscientização sobre um passo antes de se gerar o resíduo e, segundo a Sara, isso só é possível por meio da educação e processos de sensibilização. “Para nós a sensibilização e a entrega de informações fidedignas são os nossos principais pilares. É através deles que ampliamos a questão da geração dos resíduos e colocamos luz nos comportamentos, muitas vezes inconscientes, que nos levam a gerar mais e mais lixo”, comenta.

 

Como atuam?

Além dos projetos desenvolvidos pela associação, a ZWL oferece um portefólio de serviços (facilitação de conversas; palestras; ações de sensibilização; workshops; projetos comunitários; consultoria e formações) que contribuem para a transição sustentável dos diferentes públicos: empresas, sociedade civil, associações e todos os interessados em fazerem parte da transformação.

 

Zero Waste em números

 

Zero Waste Lab 1

Via: Zero Waste Lab




Atualmente há três projetos em curso:    

  • Replay: Primeira rede de recolha e triagem de brinquedos em fim de vida, e sua transformação em novos brinquedos. Inclusive orgulhamo-nos de ser um dos pontos de recolha, na nossa loja de Campo de Ourique.
  • Re-Veste: Iniciativa que construirá, colaborativamente, uma loja com peças em segunda mão no bairro de Marvila. A previsão para o início do projeto é já em setembro.
  • Liga-Ação: Ainda em fase de desenvolvimento, o projeto consiste na construção de uma plataforma digital que fortalecerá o trabalho em rede com o objetivo de tornar as escolhas “lixo zero” fáceis e acessíveis a todos. A previsão de lançamento é em outubro.

 

Além dos projetos em curso, a associação mantém disponível (por tempo indeterminado) um mapa colaborativo - o Lisboa Lixo Zero -  que divulga bens, serviços, espaços, equipamentos e infraestruturas da cidade, que promovam o bem-estar comunitário e a sustentabilidade no bairro, vizinhança e na comunidade em que se inserem. O mapa pode ser acessado para consulta e atualização aqui! 

 

Maria Granel e Zero Waste Lab uma parceria em prol do granel e da economia circular

Desde o nosso primeiro dia de existência, temos procurado disseminar o granel como ferramenta para uma transição sustentável efetiva. Os nossos esforços dividem-se em diferentes frentes: formações, workshops, eventos, desenvolvimento de conteúdos e integração de grupos de trabalho com o objetivo de levar o granel a mais pessoas, além de incentivar políticas públicas que beneficiem o setor.

O projeto Liga-Ação vem ao encontro de tudo o que somos na Maria Granel e tudo o que queremos ver no mundo, principalmente, pela sua natureza colaborativa de rede.

“O granel, pelo seu potencial impacto ambiental e social, associado a um consumo mais planificado, à prevenção de produção de resíduos, à reutilização de recursos (recipientes, sacos) através do sistema BYOC (“Bring your own container” – “traga o seu próprio recipiente), à recusa do uso de descartáveis, ao encurtamento dos circuitos agroalimentares, ao reforço da resiliência e autossuficiência das comunidades locais, e ao combate ao desperdício alimentar, é uma ferramenta de ação climática. Por isso, está na hora de, à semelhança do que acontece no resto da Europa, em particular, em França, rever a sua regulação (obsoleta), flexibilizando-a, e incentivar a sua prática. A plataforma Liga-Ação vem reunir em torno deste desígnio todos os projetos e pessoas que contribuem para sensibilizar os cidadãos para a importância do granel, bem como para amplificar esta mensagem. Assim, é uma iniciativa essencial que se assume como um poderoso catalisador de mudança política e social, rumo a uma economia mais circular e descarbonizada. É uma honra sermos parceiros deste movimento", comenta a nossa Eunice.

 

A plataforma Liga-Ação assumirá quatro eixos de dinamização: Comunidade, Capacitação, Grupos de Trabalho e Biblioteca, com especial foco nas áreas da reparação e da venda a granel. A iniciativa nasceu para ser uma estrutura interdisciplinar feita pela sociedade e para a sociedade, construída e alimentada a várias mãos e corações. Liga-Ação é um espaço aberto a todos os atores socioambientais que pretende disponibilizar uma base sólida para alavancar parcerias, iniciativas e movimentos Lixo Zero, finaliza Sara.

 

O Liga-Ação conta com o apoio do Programa Cidadãos Ativos do EEA Grants, Fundação Gulbenkian e Fundação Bissaya-Barreto e em parceria com a Circular Economy Portugal, a FOE- Naturvernforbundet e a Maria Granel.

 

Se és um grupo formal, informal ou se tens um projeto para integrar a plataforma, manifesta o seu interesse preenchendo este formulário.

Acreditamos na força da rede!

Vamos junt@s?!